Contato

Rua Doutor Ulhôa Cintra, 489 - Piso Superior - Centro - Moji Mirim - SP - Brasil - Cep 13800-061

19-38061950 - 38068509

​​​​​​​​​​​​​​amds4@amds4.com.br

AMDS4 – Importação Exportação e Comércio de Equipamentos Elétricos Ltda.

Fundada em 1996, como uma empresa de consultoria e projetos para os mercados de Engenharia Elétrica e Engenharia de Produção de Petróleo.

A importância do engenheiro eletricista
no setor industrial

     Você sabe o que faz o engenheiro eletricista? O nome da profissão já diz muito sobre sua função. Este profissional é essencial em tudo que envolve construção, afinal, trabalha com pesquisas e planejamento do uso de energia elétrica nos espaços. Geração, transmissão e distribuição da energia são algumas das atribuições do engenheiro eletricista. Todos os projetos da área elétrica devem ser gerenciados por esse profissional. Se a vida doméstica já é inconcebível sem energia elétrica, a atividade industrial é ainda mais dependente de boas instalações elétricas. Diversas máquinas ligadas
simultaneamente e o fator produtividade são desafios para o engenheiro eletricista. Dentro do segmento industrial, esse profissional conta com oportunidades diferenciadas, tanto em carreiras mais tradicionais como naquelas que se encontra em ascensão.



Áreas que o engenheiro eletricista pode seguir

O engenheiro eletricista é um profissional requisitado em praticamente todos os projetos que envolvem edificações e transmissão de energia elétrica. Vamos expor alguns dos segmentos que mais empregam esse profissional:


​​​​​​​Automação


Os processos industriais estão cada vez mais automatizados, robotizados e auto-gerenciáveis, independente do porte da empresa. O engenheiro eletricista cuida desses processos desde a pesquisa, a implantação até a supervisão de seu funcionamento. Há situações em que a planta elétrica da empresa precisa ser adaptada para receber esses sistemas. Assim, cabe ao engenheiro elétricista avaliar os impactos de tais mudanças e indicar o que precisa ser melhor estruturado. A manutenção preditiva e preventiva de espaços automatizados é fundamental para garantir que nenhum acidente ocorra ou mesmo falte energia. Aí, também entra a atuação do engenheiro eletricista.


Geração


O aumento das atividades em empresas de fornecimento de energia também demanda mais trabalho para engenheiros eletricistas. Entre as funções executadas, estão:
● Criação de hidrelétricas;
● Dimensionamento de turbinas, sistemas de armazenamento, redes de transmissão e
distribuição;
● Ajuste de processos;
● Medição de capacidade energética de acordo com a região atendida.

O engenheiro eletricista pode atuar em hidrelétricas, usinas eólicas e solares, além das próprias subestações de transmissão e distribuição de energia.

​​​​​​​

Telecomunicações


Em equipes do setor de telecomunicações, o engenheiro eletricista é fundamental para a criação de sistemas de transmissão e elabora o planejamento e execução de projetos de ampliação.
Áreas de telefonia, transmissão de dados e fabricação de equipamentos de telecomunicação são alguns dos que mais empregam esse profissional.


​​​​​​​Eletroeletrônica


A união entre eletrônica e eletricidade é útil para criar sistemas e componentes eletrônicos. A presença do engenheiro eletricista nesse processo é fundamental. É ele o responsável por elaborar placas eletrônicas que garantem o bom funcionamento de eletrodomésticos e máquinas industriais.
O engenheiro eletricista também pode atuar no cotidiano de indústrias eletroeletrônicas e de manufatura criando sistemas complexos de instrumentação. Isso porque os equipamentos de medição precisam de funcionamento exato e preciso. Tais máquinas são utilizadas principalmente por indústrias de mecânica pesada, portos, aeroportos, mineração, etc...


Outras áreas


Em evidência, estão alguns segmentos considerados novos ou em alta, tais como TV Digital, aviação, automóveis, gás e petróleo.


Por que contratar um engenheiro eletricista?


Existem muitos motivos para manter este profissional na sua empresa. Alguns deles são:
● Atender às NBR (normas brasileiras) estabelecidas pela Associação Brasileira de
Normas Técnicas - ABNT, da área de elétrica e eletrônica;
● Otimizar os processos elétricos e eletrônicos em prol da produtividade e economia;
● Segurança dos processos, eliminando riscos de curto-circuitos, quedas de energia e
até incêndios.


Engenharia Eletricista/Eletrônico dentro da AMDS4?
A AMDS4 prima pela qualidade dos profissionais que trabalham com ela, dando a oportunidade de aprimoramento profissional com treinamento na fábrica a cada dois anos, conhecendo as tendências de mercado dos produtos que ela representa.
A AMDS4 tem parceria com as principais universidades do Brasil, tendo uma política de preços diferenciada para as universidades e estudantes de engenharia;
● Como universidades parceiras podemos citar algumas delas, tais como:-
○ USP - Universidade de São Paulo;
○ UNESP – Universidade do Estado de São Paulo;
○ UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas;

○ UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina;
○ UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina;
○ UFC – Universidade Federal do Ceará
○ UFCG – Universidade Federal de Campina Grande;
○ UFPE – Universidade Federal de Pernambuco;
○ UFPB – Universidade Federal da Paraíba;
○ UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte;
○ UNB – Universidade de Brasília;
○ UNIFEI – Universidade Federal de Itajubá;
○ UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais;
○ UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro;
○ UFT do Brasil – Todas as universidades Federais Técnicas do Brasil;
○ IFG – Instituto Federal de Goiás
○ ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica
○ FEI – Centro Universitário da FEI
○ MAUÁ - Instituto Mauá de Tecnologia
○ PUC - Pontifícia Universidade Católica
○ MACKENZIE - Universidade Presbiteriana Mackenzie



Esperamos que este artigo ajude você a entender a importância do engenheiro eletricista no segmento industrial. Até a próxima!


​​​​​​​


​​​​​​​


​​​​​​​